• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Notícias
  • Servidores elegem representante para Comissão de Assédio
  • estagio
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • AREAFIM
  • Banner Denúncia
  • MPT-MA convoca aprovados no Seletivo de Estágio
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA

Servidores elegem representante para Comissão de Assédio

A Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e Sexual e da Discriminação teve o representante dos servidores do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) definido por meio de eleição. O resultado, divulgado nesta quarta (14), consagrou Frederico Lauletta como o mais votado.

 

Lauletta teve 21 votos, o que representa 42% do total apurado. Em segundo lugar, empate entre Rennata Pinto dos Santos e Saulo Arcangeli, com seis votos cada, o que garantiu 12% do total computado para cada um deles.

 

 

Saulo, Rennata e Frederico Lauletta
Saulo, Rennata e Frederico Lauletta

 

“Fico feliz com o reconhecimento dos companheiros de trabalho com essa votação expressiva. Agora vamos aguardar a definição dos outros nomes da comissão”, disse Frederico Lauletta.

 

Para Saulo e Rennata, os servidores estarão bem representados por Lauletta. “Acredito que essa comissão constitui um mecanismo importante para prevenção, além de possuir um papel educativo fundamental”, lembra Saulo. “O MPT, como órgão fiscalizador da lei trabalhista, tem que dar exemplo. A expectativa é que a comissão seja bastante atuante”, acrescentou Rennata.

 

50 servidores de São Luís, Bacabal, Imperatriz e Caxias participaram da votação, ocorrida nos dias 12 e 13 de junho. Não houve pré-candidatos, ou seja, a escolha era espontânea e qualquer servidor poderia ser eleito. Ao todo, 17 servidores receberam votos.

 

A apuração dos votos foi coordenada pela chefe de Gabinete, Lúcia Lima, e contou com a presença de outros servidores como testemunhas.

 

Sobre os mais votados

Frederico Lauletta é bacharel em Direito e pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho. Ele é servidor do MPT-MA desde 1997. Atualmente, está lotado no gabinete da procuradora do Trabalho Virgínia de Azevedo Neves.

 

Rennata Pinto dos Santos é bacharel em Direito e servidora do MPT-MA desde 2014. Ela está lotada no gabinete da procuradora do Trabalho Anya Gadelha Diógenes.

 

Saulo Arcangeli é bacharel em Ciências da Computação e mestrando em Desenvolvimento Socioespacial e Regional (UEMA). Ele é servidor do MPT-MA desde 1998 e atua na Divisão de Tecnologia da Informação.

 

Sobre a Comissão

A Comissão poderá recomendar a adoção de medidas para solucionar eventuais problemas e prevenir ocorrências de assédio e discriminação, tais como realização de treinamentos nas áreas de relações interpessoais e liderança, mudanças de métodos e processos na organização do trabalho, melhorias das condições de trabalho e aperfeiçoamento das práticas de gestão de pessoas.

A Portaria nº 583.2017 instituiu a Política Nacional de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e Sexual e da Discriminação no âmbito do MPT. Segundo o documento, a Comissão local será composta por dois procuradores, um representante da Unidade de Gestão de Pessoas e um representante dos servidores.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos