Número de mortes por acidente de trabalho volta a crescer

Dados divulgados pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho mostram que em 2018 houve 2022 mortes decorrentes de acidentes de trabalho, 30 casos a mais em comparação com 2017, que registrou 1.992 acidentes fatais em todo o país.

De acordo com o levantamento, de 2012 a 2018, foram notificadas 17.424 mortes. Vale lembrar que os dados são obtidos por registros de acidentes junto à Previdência Social e não levam em conta as mortes de funcionários públicos estatutários e nem o número de mortes de trabalhadores informais.

Queda no Maranhão

Em contrapartida, no Maranhão, em 2018, os acidentes de trabalho resultaram em 30 mortes. Em 2017, este número foi maior, totalizando 38 óbitos.

Acidentes de trabalho

No Brasil, a área com maior número de acidentes é o atendimento hospitalar, com 378.297 casos, seguida pelo comércio varejista e administração pública, com 142 e 119 mil casos, respectivamente.

No Maranhão, a área de construção de edifícios é recordista em acidentes, com 1.141 casos registrados de 2012 a 2018. Em 2º lugar vem o setor de atendimento hospitalar, com 1132 casos. Comércio varejista (hipermercados e supermercados) aparece em 3º lugar, com 956 acidentes.

Para a procuradora do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) Anya Gadelha Diógenes, grande parte dos acidentes de trabalho ocorre em empresas terceirizadas, pois muitas não possuem uma boa gestão de saúde e segurança. “A redução dos números de auditores fiscais do trabalho faz com que as fiscalizações sejam reduzidas, o que gera o aumento dos números de acidentes,” explica ela.

Imprimir