Cartilha do MPT detalha atos antissindicais: Documento lançado pela instituição visa a orientar população sobre condutas ilícitas e como proceder em caso de irregularidade

O Ministério Público do Trabalho (MPT) lançou, na sexta-feira (10), a cartilha Atos Antissindicais. O que fazer?. Idealizado pela Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical e do Diálogo Social (Conalis) do MPT, o documento é uma orientação para que se combata as condutas antissindicais dentro de empresas e instituições públicas.

Imprimir