• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Notícias
  • Delegada da Mulher fala sobre violência e machismo
  • estagio
  • estagioaaa
  • PROTOCOLO ADMINISTRATIVO
  • AREAFIM
  • Banner Denúncia
  • Leia os editais do Seletivo de Estagiários
  • Acesse o site de inscrições do Seletivo de Estagiários 2017
  • Clique na imagem para fazer o cadastro. É rápido e fácil.
  • Petições jurídicas devem ser feitas no sistema próprio. Acesse aqui.
  • Saiba como fazer sua denúncia ao MPT-MA

Delegada da Mulher fala sobre violência e machismo

“Para desconstruir a cultura do machismo e de violência contra as mulheres, não basta apenas a lei. É preciso o compromisso e a conscientização de cada indivíduo e o fortalecimento das políticas públicas de proteção às vítimas”. Com esse olhar, a delegada Kasumi Tanaka, da Delegacia Especial da Mulher, conversou com servidores e servidoras do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher.

Com uma abordagem leve e descontraída, ela tratou de assuntos sérios e mostrou com exemplos do cotidiano o quanto o machismo ainda está enraizado na cultura brasileira. “As tarefas domésticas não são compartilhadas com os homens. Aprendemos esse padrão e não questionamos. Qual o problema de um homem lavar uma louça? Isso não vai torna-lo menos masculino”, assinalou Kasumi.

Sobre a violência sofrida pelas mulheres, a delegada lembrou da Lei Maria da Penha, que permitiu muitos avanços no combate a esse mal. “O fenômeno da violência contra a mulher é complexo. A Lei Maria da Penha é um dos sistemas de proteção à mulher mais avançados do mundo e prevê a implementação de políticas públicas”.

Dentre as políticas públicas que a delegada Kasumi Tanaka enumerou, destacam-se o acompanhamento psicológico, creche para os filhos, qualificação profissional para a mulher garantir sua independência financeira e acesso aos programas de assistência social do governo federal. “As políticas públicas devem ser acessíveis e integrais. O resgate da dignidade da vítima passa por esses pontos”, ressaltou ela.

Os servidores e servidoras presentes no bate-papo participaram ativamente das discussões. Ao final, todas as mulheres ganharam rosas e a delegada foi homenageada pelo procurador-chefe do MPT-MA, Marcos Rosa, com um buquê de flores. “ Essa discussão é salutar. E, como homens, temos que reconhecer a importância das mulheres em nossas vidas”, finalizou Marcos Rosa.

A programação da Semana da Mulher do MPT-MA prossegue nesta quinta-feira (9), a partir das 13h30, com uma sessão de cuidados com a beleza, e, na sexta (10), às 13h30, com uma aula de dança (Stiletto), seguida de lanche.

diadamulher
diadamulher

 

diadamulher1
diadamulher1

diadamulher2
diadamulher2

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • audin MPU
  • Portal de Direitos Coletivos